8.2.11

Albert Einstein disse: "Só duas coisas são infinitas, o universo e a estupidez humana, mas não estou seguro sobre o primeiro".

Li na VIDAS que: "Um grupo de amigos de Carlos Castro, em que se inclui Filipe La Féria, propõe ao presidente da Câmara de Lisboa que o nome do cronista seja incluído na toponímia da cidade."

Mas isto anda tudo doido?
Mas porque raios, Lisboa vai ter uma rua com o nome de um parasita que vivia à conta de dizer mal da vida alheia?
Será que a brigada do croquete não tem mais nada que fazer, a crise diminuiu as festas e o vinho gaseificado foi?
Vão trabalhar pessoal... e parem de chamar jornalista ao homem que é uma afronta para quem estuda jornalismo.

7 comentários:

Este Blogue precisa de um nome disse...

ah ah ah ah ah ah

Está tudo doido, mesmo!

. Sofia . disse...

Que estupidez, realmente!

papoila disse...

Não acredito que isso venha a acontecer, mas....eu também não acreditei que a Lyonce Viicktoria ia conseguir ficar com esse bonito nome:)))

Mandrake disse...

Presentemente, estou a concluir um mestrado em jornalismo, mas apenas porque gosto de aprender coisas novas. Da turma, fui o único que optei pela tese.

As minhas colegas de mestrado, tudo raparigas na casa dos vinte, apesar de escreverem muito bem, de serem raparigas com apresentação, virem com óptimas notas da licenciatura e serem muito trabalhadoras e cultas, o máximo que conseguiram foi arranjar uns estágios não remunerados de três/quatro meses o que, por lei, nem permite que possam adquirir a carteira de jornalista.

Assim, confesso que me faz confusão ver para aí pessoas não habilitadas a exercer a profissão de jornalista. Mais a mais agora. Carlos Castro escrevia umas larachas - nem falo dos poemas - mas tinha carteira profissional. obtida nos bons velhos tempos, pelos vistos.

Mas há para aí mais assim. Que habilitações académicas tem Cláudio Ramos? E talento? Será que ter uma bicha, com uma voz histérica, a copiar o estilo de Carlos Castro nas manhãs da SIC lhe confere um "doutoramento honoris causa"?

Um dos ramos da minha licenciatura em Ciências da Comunicação é Relações Públicas. Conheci várias jovens colegas que optaram por essa vertente. Conseguiram alguma coisa na área?

O mercado está cheio de RP (Relações Públicas) sem qualquer qualificação académico-profissional. Podia dar, de rajada, uns vinte nomes de gente que "usurpando funções" aparecem nas revistas rosa com esse "título", RP, às vezes alternando com "empresários"...

Somos mesmo um país amador!

Para concluir, será que esta gente toda sem habilitações, chega onde chega pelas agora tão denunciadas "trocas de favores sexuais"?

Quanto ao nome de CC para uma rua da cidade claro que acho a ideia aparvalhada, mas num país em que (Marco de Canaveses) o então autarca Avelino Ferreira Torres deu o seu nome ao campo de futebol da terra e o do amigo Pinto da Costa a uma avenida local, já nada nos deve surpreender.

Infelizmente...

Pedrocas disse...

A morte foi macabra, mas tanto rodeio à volta disto... Por favor!!! Não sei se é mais estúpido quem teve a ideia ou quem dá lugar na imprensa a estes "estúpidos"...

Carla Marialva disse...

Assino embaixo, sim srª!

Ju disse...

a imprensa tem a culpa, pq o presidente da camara nem deve ter lido pedido nenhum é óbvio ( ou deveria de ser) que tem mais o que fazer.
Mas o facto de haver cabecinhas que têm destas ideias brilhantes, faz-me impressão...