8.11.11

Não concordo com a sentença dada ao Dr. Conrad Murray.

Não sou de escrever muito, mas desta vez quero me pronunciar sobre isto.
Acho bastante injusto culpar o médico pela morte do Michael Jackson.
O homem era uma pessoa instável e super problemática com graves problemas psicológicos, e isso viu-se pelo comportamento que teve ao longo da sua vida.
O médico deu-lhe o anestésico, pois deu... mas e quantos e quantos medicamentos comprados com receitas com nome falso ele não tomou? 
Ele, o Elvis e tantos famosos dependentes de analgésicos, e drogas para dormir.
Era um génio da música, era único e blá, blá , blá... mas que não era bom da cabeça também não era.
Os fãs e a família que tivessem a coragem de culpar o pai dele, esse sim, talvez o verdadeiro culpado por toda a confusão que ia naquela cabeça, não o médico, que apesar das responsabilidades que tem inerentes à sua profissão, não estava a tratar ou a medicar um paciente qualquer... será que já se esqueceram de todas as barbaridades que o Michael Jackson fez? 
Um homem que era negro e ficou branco, que "viveu" dentro de uma câmara de oxigénio, que fez plásticas até o nariz começar a cair, que teve filhos não se sabe como e nem se são seus filhos, que foi acusado de pedofilia e nao foi preso que se achava o Peter Pan, que... que e que... e agora o médico paga na cadeia por todas as suas paranóias.
Pelas responsabilidades que tem enquanto médico concordo que fique sem o direito de exercer medicina, mas preso não.
Mais uma fantochada ao bom estilo americano.
Alguém achava por acaso que o Michael Jackson ia morrer de outra forma, que não fosse de uma overdose de qualquer coisa?






7 comentários:

Sofia disse...

Eu concordo com a Ju.

Joana disse...

Concordo contigo. Por esta logica metade dos médicos do mundo estavam presos, dada a quantidade de suicídios com medicamentos .

Ju disse...

Não ilibo totalmente de culpa o médico, mas que raios, que ser humano precisa de anestesia para dormir e faz disso prática corrente antes mesmo de ter este médico.
O MJ era o ídolo de milhões, eu tb gostava de algumas coisas dele, mas não era uma pessoa normal,e o m+ medico é que as paga, e chateia-me ver a família usar os filhos do cantor para "limpar" a imagem doentia e até patética do MJ

soy mas yo disse...

enfim alguem que concorda comigo, tb achei radical essa decisao, e dificil pq um caso como este de conhecimento mundial, creio eu, que os jurados ja vao com uma opiniao formada. O pobre do medico vai pagar por muita gente, pelo pai, pela mae pelos produtores e pelo dinheiro q MJ teve, isso tudo ajudou ele a ser uma pessoa totalmente desequilibrada

Jo disse...

Concordo plenamente.

Devaneios.de.mestra disse...

Concordo plenamente Ju, não acrescento nem tiro uma palavra... Beijo

Verdinha disse...

Eu amo o Michael Jackson (mas tb so passei a gostar do homem dps k morreu e eu me dei ao trabalho de pesquisar a serio sobre o senhor) mas também não concordo c a prisão do médico. Para mim não praticava mais e foi um fdp a andar a esconder coisas e a fazer telefonemas em vez de telefonar para o 911. mas a verdade é que a responsabilidade nao é so dele, o Michael sabia perfeitamente as consequencias que podiam vir de tomar aquele medicamento e não se importou e toda a familia de repente apareceu revoltada ms tb ngm tomou medidas para que o homem se recuperasse, para mim sao todos culpados que gostavam d viver a custa do homem e da fama dele.